ORIXÁ EXÚ

                              

 

Exu (irmão de Ogum e Oxossi) foi o primeiro filho de Yemanjá e Oxalá.

Ele era muito levado e gostava de fazer brincadeiras com todo mundo. Tantas fez que foi expulso de casa.  Saiu vagando pelo mundo, e então o país ficou na miséria, assolado por secas e epidemias. 

O povo consultou Ifá, que respondeu que Exu estava zangado porque ninguém se lembrava dele nas festas; e ensinou que, para qualquer ritual dar certo, seria preciso oferecer primeiro um agrado a Exu.  Desde então, Exu recebe oferendas antes de todos os Orixás, mas tem que obedecer aos outros Orixás.

Exu está em todos os locais; é o próprio movimento.

É o senhor dos caminhos, da virilidade, do sexo, dos sentidos, da força de viver

Na Umbanda, os falangeiros (Guias representantes) de Exu trazem na frente de seus nomes o próprio nome do Orixá: Exu ou Pomba-gira (que é uma corruptela da palavra congolesa bombogira, que é a representação de Exu em forma feminina). 

São exemplos de alguns falangeiros (Guias representantes) de Exu na Umbanda: 

Exu das Sete Encruzilhadas, Exu Pé de Ferro, Exu Veludo, Exu Marabô, ... (Exus Masculinos); Pomba-gira Maria Padilha, Maria Molambo, Maria Quitéria, ... (Exus Femininos).

As vezes, pelos fato dos falangeiros (Guias representantes) de Exu utilizarem o seu nome do Orixá, Exu, na frente de seus nomes, pode causar alguma confusão entre os praticantes da Umbanda, pois confundem o guia com o Orixá. Isso já não acontece no Candomblé, pois não existe o trabalho de Guias representantes, só do Orixá e suas qualidades (dijinas).

Exu é o Orixá de ligação entre os homens e os outros Orixás.  Fato este que o coloca muito próximo dos homens, quase como numa cumplicidade ou proteção. É como se ele estivesse sempre em contato constante com os homens, fazendo parte de suas vidas, desejos, ambições, sonhos, alegrias, tristezas, ... Por essa intimidade com os homens ele é chamado carinhosamente de Cumpadre.

No sincretismo Judaico-Cristão Exu foi associado a imagem de Santo Antônio, mas pejorativamente, por suas características e cores, foi associado também ao Diabo, a Satanás.  Essa é uma associação que é, além de injusta, é ignorante, pois Exu é o próprio sentido da vida, da criação, do amor, do bem viver.

 

O MÉDIUM E O EXÚ

Muitas vezes, ele funciona como um espelho, refletindo em seu comportamento os defeitos e qualidades de seu médium. Não estamos falando aqui de mistificação nem animismo e sim de um comportamento em que pela convivência um exterioriza qualidades e defeitos do outro. Apesar de Exu ter opinião própria a manifesta em linguagem simples e direta de forma que todos entendam. É ele a entidade mais próxima a nossa realidade e anseios materiais.

Quando o médium começa a se desenvolver costuma ouvir que há a necessidade de doutrinar seu Exu.

Este mesmo médium que está iniciando na Umbanda encontra todo um universo novo aos seus olhos e Exu costuma ser algo intrigante e fascinante ao mesmo tempo; quando não uma entidade, força, que assusta um pouco os que não o conhecem. 
A questão é: Enquanto o médium estiver preocupado com a doutrina de “seu” exu estará também doutrinando-se, subconscientemente!

Em uma casa de luz, em um terreiro de umbanda de fato, Exu não aceitará trabalhos de ordem negativa a favor de futilidades ou egoísmos. Veremos Exu trabalhando com seriedade e em sintonia com as entidades da direita, ou seja, não virá em terra para contrariar todo um trabalho de doutrina realizado por caboclos e pretos velhos. Encontraremos até exus dando consultas, limpando e descarregando consulentes, fazendo desobsessão e outras coisas mais dentro do mesmo objetivo e até dando bons conselhos aos que a ele procuram.

  


Seu maior símbolo
..........tridente, bastão (ogô).

Suas plantas...................pimenta, capim tiririca, urtiga. Arruda, salsa, hortelã, comigo ninguém pode, fumo (a folha). 
Seu dia...........................
segunda-feira 
Sua cor...........................preto e vermelho e todas as cores salteadas em um mesmo fio( dependendo da nação). 
Seu mineral.....................
bronze, ferro bruto (minério), terra ( tabatinga). 
Seus elementos................fogo.
Saudação........................Laroiê ! K' oba laro ie exú!!! 
 
Domínios:......................passagens: encruzilhadas e portas.
Comidas:........................farofa de dendê, bife crú ou mal assado no braseiro e acebolado, picadinho de miúdos, limão galego para fazer bebida.Características................apaixonado, esperto, criativo, persistente, impulsivo, brincalhão.  

O que faz : ..................vigia as passagens, abre e fecha os caminhos. Por isso ajuda a resolver problemas da vida fora de casa e a encontrar caminhos para progredir, além de proteger contra perigos e inimigos.  
Riscos de saúde.............dores de cabeça relacionadas a problemas de fígado e na pior das hipóteses 
 


CARACTERÍSTICAS DOS FILHOS DE EXÚ

Os filhos de exu têm caráter ambivalente, são ao mesmo tempo boas e más com uma ligeira inclinação para a maldade, o desatino, a obscenidade, a depravação e a corrupção.

 

Inspiram confiança e dela abusam ; são inteligentes são compreensivas com os problemas alheios e dão bons conselhos. 
As cogitações intelectuais  enganadoras e as intrigas políticas lhes garantem um grande sucesso na vida. 

 


 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!